Escolha uma Página
Após nova horas de negociação, Gate retira homem de prédio em Canoas
Aposentado que ameaçava pôr fogo em imóvel foi sedado antes de deixar o local
Aposentado da Aeronáutica ameaçava colocar fogo em apartamento
Crédito: Pedro Revillion
O tenente aposentado da Aeronáutica, de 46 anos, que ameaçava colocar fogo em um apartamento na rua Brasil, em Canoas, deixou o prédio em uma maca, sedado, acompanhado da família e de médicos da Força Aérea. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) aproveitou o momento em que o homem abriu uma brecha na porta para conversar, invadiu a residência e o imobilizou.
“Conseguimos ter um final feliz. Conseguimos criar uma situação para que ele abrisse uma fresta da porta. Quando ele abriu, o Gate entrou com uma coluna tática e o imobilizou. Os médicos da Força Aérea sedaram ele”, explicou o comandante do Batalhão de Operações Especiais, tenente-coronel Silanus Mello, responsável pela operação.
O homem foi encaminhado para o hospital da Aeronáutica, em Canoas. Desde as 3h desta segunda-feira, ele estava trancando no local onde mora com a mulher e o filho. Segundo vizinhos, após uma briga, o aposentado ameaçou jogar álcool na mulher. Os dois conseguiram fugir e o homem permaneceu no imóvel dizendo que estaria armado e que iria se matar. No entanto, a polícia não encontrou armas na casa, mas apreendeu dois coquetéis molotov feitos, de forma improvisada, com garrafas de álcool de um litro.
Após iniciar a negociação com o tenente, a polícia cortou a luz do apartamento. Ele exigiu a entrada da família no imóvel e a saída da polícia do local. No entanto, os pedidos dele não foram atendidos.
Nas últimas horas, a polícia conseguiu estabelecer contato com o homem, que anteriormente só se comunicava com a mulher. Um psiquiatra e uma psicóloga da Aeronáutica acompanharam as conversas do tenente com a polícia, pelo telefone.
CORREIO DO POVO/montedo.com
Por telefone, policiais negociaram com o homem Foto: Ronaldo Bernardi/ZH

Skip to content