Escolha uma Página
Vice-Presidente diz que disciplina de Santos-Dumont foi alicerce para o pioneiro
No dia do aniversário de 138 anos de nascimento do Patrono da Aeronáutica, o Marechal do Ar Alberto Santos-Dumont, a Força Aérea Brasileira realizou solenidades em todo o Brasil para homenagear a memória do gênio que mudou a história da humanidade. Na Base Aérea de Brasília, o evento contou com a presença do Vice-Presidente da República, Michel Temer. “O exemplo de Santos-Dumont guia a Aeronáutica e também as demais Forças Armadas. Foi graças à sua disciplina que ele conseguiu ser o pioneiro da aviação, orgulho para o Brasil”, ressaltou.
Na capital, 206 pessoas receberam a Medalha de Mérito Santos-Dumont, entre eles representantes dos três poderes da República. O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, foi um dos agraciados. “Recebo essa medalha como uma homenagem ao STF e ao Judiciário Brasileiro que, juntamente, com a Aeronáutica e com as demais Forças, trabalhamos irmanados para ter um país cada vez melhor”, disse. Ministros de Estado também estavam entre os agraciados. São homenageados com a Medalha Mérito Santos-Dumont militares e civis que tenham prestado destacados serviços à Aeronáutica brasileira ou, por suas qualidades ou seu valor, em relação à instituição, forem julgados merecedores.
A solenidade contou com hasteamento da Bandeira de Marechal do Ar, desfile da tropa, canto do Hino dos Aviadores e sobrevoo de caças F-2000 Mirage. Pelas palavras do Comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro Juniti Saito, ressaltou o legado deixado pelo Pai da Aviação. “A nossa maior homenagem a este grande brasileiro e Patrono da Aeronáutica é voar, sabedores de que, enquanto existir uma aeronave nos céus ou no espaço, os valores emoldurados pelo nome Alberto Santos-Dumont jamais serão esquecidos”.
FAB
Skip to content