Escolha uma Página
A PM prendeu ontem(28), o sargento do Exército Brasileiro Bruno Moraes de França, 23, com outros três suspeitos de formar quadrilha.

Manaus – O sargento do Exército Brasileiro Bruno Moraes de França, 23, e outras três pessoas foram presas pelo Polícia Militar (PM), por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas e roubos. O bando foi preso na zona leste, durante a madrugada de hoje, após, segundo a PM, terem assaltado, horas antes, uma casa, no Ouro Verde.
Com eles foram encontrados uma pistola 380, um revólver calibre 38, além de 200 gramas de entorpecente.
O mesmo grupo, formado também por Dionatas Santana dos Santos, 22, Felipe Oliveira de Souza, 18, e Edimilson Mendes, 24, segundo a Polícia Militar, é suspeito de ter assassinado o universitário Fabrício de Oliveira Alves, 18, durante um assalto, no dia 23 de março deste ano.
O crime ocorreu na Rua Bom Jesus, no Zumbi 3, zona leste. Eles fugiram levando o notebook do rapaz.
A autoria do crime, de acordo com o tenente Jackson Silva, da 11ª Companhia Interativa Comunitária (11ª Cicom) é atribuída a Dionatas. O carro utilizado por eles no dia do crime, um Gol vermelho, de placa NOP-9827, pertence ao sargento Bruno. Em depoimento à polícia, eles negaram envolvimento no assassinato.
De acordo com os policiais da Força Tática do Comando de Policiamento da Área Leste (CPA), o primeiro a ser preso foi Dionatas. Ele foi localizado na Avenida Itaúba, no Jorge Teixeira, logo após ter praticado um roubo. Com base em informações dadas por ele, a polícia conseguiu localizar Bruno.
Na casa dele foram encontradas as armas, a droga e uma motocicleta, de placa JWW-7172.
Skip to content