Escolha uma Página

Soldados devem chEgar a Campo Grande em 12 dias
Como forma de colocar a capacidade física a prova, 35 militares da 2ª Infantaria do Exército de Três Lagoas seguirão até Campo Grande marchando no próximo dia 7 de setembro, data em que se comemora a Independência do Brasil. A estimativa é que os soldados cheguem à capital em 12 dias.
A iniciativa deve-se a comemoração do Dia do Soldado, 25 de agosto, Independência do Brasil, 7 de setembro e dos 200 anos do nascimento do brigadeiro Antonio Sampaio, patrono da Infantaria Brasileira.
Soldados já se preparam em treinamentos para conseguirem superar o desafio. Durante os treinos eles vivenciam simulações próximas do que pode acontecer durante a jornada, como tratar pés machucados, ajudar o companheiro, o uso correto de água e alimentos, por exemplo.
De acordo com o comandante da 2ª Infantaria, o major Sérgio Oliveira, é a primeira vez que o Exército do município realiza esta atividade. O major disse que faz parte do perfil do soldado andar para combater.
Diferente do que está inserido no cotidiano dos soldados, o café da manhã durante a marcha será carne e macarrão. Conforme o comandante Oliveira, profissionais da saúde estudaram a quantidade de calorias que cada soldado deve ingerir. É levando em consideração o reforço alimentar que já começa pelo café da manhã, para que no final da tarde, eles não estejam debilitados.
Junto aos soldados que hora caminharão bem próximo da rodovia e noutra nas matas, uma equipe composta por médico, nutricionista, dentista, enfermeiros acompanharão os soldados de carro. O cuidado deve-se a possibilidade de soldados sofrerem desidratação.
Na hora do banho que numa missão não necessariamente acontece todos os dias, os soldados levarão com eles chuveiros móveis que possuem estrutura adequada para instalá-los em qualquer fonte de água.
 

Cerca de 35 soldados do Exército sairão na madrugada do dia 7 de setembro com destino a capital

AÇÃO SOCIAL EM ÁGUA CLARA
Ao chegarem a Água Clara, município que fica a 135 quilômetros de Três Lagoas, os soldados prestarão serviços gratuitos a comunidade.
Conforme o major Oliveira, a Prefeitura de Água Clara só falta confirmar o local onde acontecerá a ação. Nutricionistas, enfermeiros, médicos e dentistas vão atender a população durante um dia.
Enquanto a equipe de saúde atende a população, os soldados percorrerão as casas divulgando o trabalho do Exército e orientando aqueles que deseja seguir carreira militar.
Não está prevista nenhuma recepção ao chegar à Capital; conforme o major não faz parte do objetivo. Eles devem voltar para Três Lagoas no mesmo dia em que chegar a Campo Grande, mas diferente de como foram, eles voltarão de ônibus. “Seria uma jornada árdua demais ir e vir andando, desta vez ‘vamos pegar leve’, finaliza o major.
Skip to content