Escolha uma Página

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou ontem o projeto de lei que aumenta de 67.442 para 80.937 militares o efetivo da FAB.
Segundo Nelson Jobim, a medida é necessária para adequar o efetivo da Aeronáutica às demandas crescentes do transporte aéreo e controle do espaço aéreo. Os motivos alegados pelo Ministro da Defesa incluem ainda a participação da Força em Missões da ONU, em campanhas de vacinação e no combate a crimes ambientais.
Com o parecer conclusivo da CCJ, o projeto será encaminhado para o Senado.

Skip to content