Escolha uma Página

Em Barras, 119 quilômetros ao norte de Teresina, os problemas continuam mesmo depois da queda do nível dos rios Longá e Marataoan. Na madrugada desta sexta-feira (22), dois carros que ajudavam as vítimas das enchentes ficaram atolados na região do povoado Cachoeira. Um era do padre da cidade, e o outro do Exército.
O veículo do padre Orcélio Cardoso só foi retirado por volta de 2h da madrugada de hoje depois que um trator foi levado pela Prefeitura. No entanto, o carro do Exército continua no local. Eles trabalhavam na distribuição de alimentos aos desabrigados.
A Defesa Civil de Barras informou que a situação mais crítica continua sendo na zona rural, em especial nos povoados Barreiros e Baixa da Liberdade, onde 90% das casas desabaram. Nos povoados Picada, Três Caminhos, e Riacho Verde, o acesso tem que ser feito de lancha. Ficaram desabrigadas 3.048 famílias em todo o município.O capitão Mayk Nelsolyne Costa dos Santos disse que o Exército atua na região há 17 dias, e que o período crítico já passou. O momento agora é de assistência aos desabrigados.

Yala Sena /Fábio LimaDo site: Cidade Verde.comwww.cidadeverde.com

Skip to content